quinta-feira, 15 de março de 2012

Golpes em sites de relacionamentos - 10 DICAS para identificar golpistas!

Posted by O amor está na rede On 17:16

Boa tarde,

Já falei algumas vezes aqui sobre golpes em sites de relacionamentos, mas, como muitas pessoas desavisadas continuam caindo neles, resolvi escrever um novo post.

Dois fatores me motivaram:
- uma matéria que saiu há alguns meses num site australiano, informando que golpistas faturam 10 milhões de dólares num mês aplicando golpes na Austrália;
- uma amiga que foi abordada por um golpista, mas escapou, diferentemente de muitas mulheres.

Estes golpes são originários do antigo e conhecido "Nigeriam Scam" (golpe nigeriano). Eles existem há tempos (por volta da década de 80, bem antes da existência da internet) e já assumiram diversos formatos, mas sempre com o objetivo de tirar dinheiro das vítimas.

As pessoas eram seduzidas por cartas cheias de palavras complicadas (para dar ares de refinamento e pompa), as quais diziam, por exemplo, que alguém (parente de um político famoso etc.) morreu, deixando milhões. Só que, para tirar o dinheiro do país, era necessária a ajuda da vítima, estrangeira, que precisava mandar uma certa quantia de dinheiro para os trâmites de liberação da quantia milionária (os nativos não podiam mexer no dinheiro) - e depois ganhar uma gorda comissão por isso. Após a transferência inicial para liberar a bolada, algum problema podia ocorrer e a vítima precisava mandar mais dinheiro. E assim ia até que a vítima percebesse que caiu num golpe.

Depois passaram a ser aplicados por e-mail. Aqui no Brasil, por exemplo, muitos empresários caíram no golpe, seduzidos por promessas de lucros feitas por nigerianos que diziam-se donos de empresas e queriam fazer negócios com os empresários em questão. Os golpistas mandavam documentos falsificados, criavam sites para que o negócio parecesse oficial e real etc... E levavam dinheiro da vítimas.

Golpes mais violentos também acontecem: empresários vão à Nigéria fechar negócios e são sequestrados e/ou torturados. Um horror!

Há golpes de loteria, ofertas de empregos, relacionados à caridade... Diversos! E agora também há os golpes em sites de relacionamentos.

Os golpes em sites de relacionamentos são, na minha opinião, os mais fáceis de serem evitados. Por quê? Porque você já pode cortar a comunicação se algo parecer suspeito. Preste atenção:

1) os golpistas geralmente inventam que não têm pais vivos, nem familiares, que a mulher morreu de uma doença horrível ou num acidente e eles ficaram sozinhos com uma criança ou adolescente (que dó...). Muitos dizem que o pai era de um país, a mãe de outro e que moram num terceiro país e por isso não falam bem a língua.

2) se o perfil da pessoa estiver mal-escrito e/ou você receber mensagens mal-escritas, cheias de erros de português, é muito provável que se trate de um golpista.

3) geralmente o golpista vai evitar dizer onde trabalha e onde mora. Em muitos casos, diz que viaja muito - pode até dizer que fica em mais de um endereço.

4) evite comunicações com pessoas que não são do seu país, principalmente se a língua utilizada for o inglês, você não for fluente e não sacar bastante a língua - se dominar bem o idioma, pela escrita você já percebe que há algo errado - muuuuuito errado!

5) se a pessoa disser que vai fazer uma viagem a trabalho (muitos dizem que é uma viagem à África/Nigéria), desconfie. E prepare-se: o golpe está prestes a acontecer!

6) se a pessoa ligar, ou se comunicar com você de qualquer outro modo, pedindo dinheiro, dizendo que você é a única pessoa que poderá ajudá-la... Pule fora antes que seja tarde demais. Você não é o salvador da pátria! Está se achando com superpoderes? Hmmm... Se a pessoa só tem você para ajudar, quão estranho poderia ser isso? Pense: se você precisa de ajuda financeira, a última pessoa para quem pediria é um estranho que conheceu pela internet... Você tem parentes, amigos, colegas e até o banco! Se a pessoa não tem ninguém, não pode ser do bem (até rimou!). Veja este caso:http://www.oamorestanarede.com.br/2010/12/o-caso-da-mulher-britanica-que-deu.html

7) não acredite que a pessoa está presa no aeroporto pela polícia local (de qualquer lugar da África ou do mundo!), que a filha sofreu um acidente e está no hospital, que precisa liberar mercadorias na alfândega, que pegou uma doença horrível e precisa de um tratamento caríssimo e só o seu dinheiro poderá salvá-la. Pelo amor do bom Deus... Use a cabeça! É tudo mentira. E, se não for, seria um caso em milhões e não é sua obrigação salvar alguém. Principalmente alguém que nem conhece...

8) os golpes podem durar meses. Se você demonstrar fraqueza, que está caindo na conversa do golpista, ficar disponível horas a fio para ele... ele vai te seduzir até o fim - às vezes, o golpe demora para ter fim: a pessoa acredita em várias mentiras na sequência e fornece dinheiro para vários projetos/situações diferentes (veja o link que coloquei anteriormente). E o golpista aplica o mesmo golpe em várias pessoas ao mesmo tempo - não tem nada a perder, somente a ganhar! Se você conversar demais com ele, acaba baixando a guarda e ficando mais vulnerável.

9) o golpista geralmente não aparece na câmera, mas usa várias fotos para que você o veja - são sempre fotos de outras pessoas... As fotos podem ser de modelos ou pessoas muito bonitas, para parecerem bem atraentes. E o golpista sempre tem uma desculpa para não se encontrar com você.

10) a pessoa tende a não falar muito de si e não usa muito a primeira pessoa (por estar mentindo), além de ter perfis não muito detalhados em sites de relacionamentos. Quanto mais informações colocar, mais invenções para se lembrar.

Outro dia, assisti a um vídeo de uma mulher que deu milhares de dólares a um golpista, descobriu que ele era golpista, mas disse que, mesmo assim, não conseguia deixar de lado o que sentia por ele. Era muito forte. Difícil acreditar? Claro, mas para quem se envolve, a sedução é tanta, que parece um sonho. E ninguém quer abrir mão do sonho, nem acreditar que era apenas um pesadelo - por isso é melhor cortar a pessoa rapidamente, para não correr grandes riscos depois.

Para finalizar, conto um pouco da história da minha amiga que foi abordada por um golpista. Ele dizia morar na Inglaterra e que viria ao Brasil com a filha, pois fazia questão que a filha a conhecesse. Quando ela me falou que ele era de fora, viúvo e essa história da filha... Já falei para ela tomar cuidado. Mandei vários materiais para ela se informar. Me diga... Quem, em sã consciência, quer apresentar a filha para alguma possível futura-namorada que nem conhece e nem sabe se, no real, rolam afinidades, química???

Depois de 4 meses (pasmem!), ele viria ao Brasil, mas antes precisava ir à Nigéria com a filha comprar insumos para sua empresa. Compras feitas, quando foi pagar pelo embarque das mesmas, ele e a filha foram assaltados - levaram os 10 mil dólares que ele carregava no bolso (exceto alguns casos que sabemos aqui no Brasil, hehe - preciso lembrar? - quem carrega essa quantia em dinheiro?). Aí tentou sacar dinheiro com cartão de crédito, mas não conseguiu - porque a Nigéria é pobre em tecnologia (hahaha - ainda bem que minha amiga se matava de rir da palhaçada e nem ficou tão chateada). Polícia e embaixada não podiam ajudá-lo, blá, blá, blá! Não podia sair do país enquanto não pagasse a taxa... Bem, que fique por lá, então! :)

Depois ela pesquisou mais a fundo sobre ele e descobriu que o indivíduo já deu golpes em várias outras mulheres - algumas caíram, outras não. Não só ele, mas vários outros, usam o mesmo nome, o mesmo email... Afinal, teriam que ser bons demais para memorizar diversas histórias e incorporar papéis diferentes diariamente, com cada uma de suas vítimas.

PS: estes golpes são, na maioria, aplicados por nigerianos que estão na África ou em qualquer lugar do mundo, sempre fazendo-se passar por outras nacionalidades - mas as transferências de dinheiro são geralmente feitas para a Nigéria.

Se perceber que a pessoa com quem está conversando é golpista, denuncie-a ao site de relacionamentos onde a conheceu.

Como este post virou referência no site da Embaixada Brasileira no Kuala Lumpur, resolvi escrever o e-book "TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE GOLPES AMOROSOS INICIADOS PELA INTERNET". Assim, você poderá identificar um golpista antes mesmo de cair no golpe ou se apaixonar por ele. Para adquiri-lo, é só clicar no botão abaixo:



No mais, só posso desejar boa sorte! E, se tiver alguma dúvida, escreva para mim: oamorestanarede@yahoo.com.br - será um grande prazer poder te ajudar!

Beijos de Erica Queiroz; O amor está na rede!!!

segunda-feira, 12 de março de 2012

Namoro virtual dá certo, sim: a história de Luis Carlos e Jéssica!

Posted by O amor está na rede On 22:30

Querido leitor,

Muita gente me pergunta se namoro virtual dá certo. Claro que sim, respondo. Desde que você conheça a pessoa no virtual e depois passe para o real – se ficar somente no virtual, não é um relacionamento de verdade, saudável. Talvez seja apenas uma fuga, um medo de encarar o mundo real!

Já publiquei inúmeras histórias que começaram no virtual e depois se concretizaram no real. Portanto, podem acreditar que o famoso namoro virtual dá certo, sim. Basta procurar com cuidado e sem pressa! ;-).

Agora venho contar mais uma história de amor que começou pela internet. E, apesar de os dois serem muito jovens, já vi histórias de amor de pessoas com a mesma idade, também iniciadas pela internet, que tiveram um final feliz.

Também vale lembrar que os dois ainda não viveram o dia a dia, que é o momento em que muitos namoros perdem a força. Mas vamos torcer para que seus planos se concretizem do modo que desejam!

Veja, a seguir, o e-mail que recebi de Luis Carlos, contando sua história com Jéssica:

Olá, Erica Queiroz, meu nome é Luis Carlos e moro em Maceió-AL, tenho 20 anos e conheci a minha namorada pela internet, precisamente em um jogo que se chama Habbo; nos conhecemos há 2 anos e 1 mês, completados agora no dia 22 de fevereiro, ela se chama Jéssica e tem 20 anos também, e mora no interior de São Paulo.
Nossa história começou em um certo dia, onde tanto eu como ela tínhamos terminado o namoro e nos encontramos em um quarto oficial do jogo e como eu a tinha adicionado, falei com ela por educação, acabamos conversando e em seguida fomos conversar pelo Skype, e no outro dia a segui e ela estava nesse mesmo quarto e ficamos trocando conversas e assim seguiu até que no dia 22 de janeiro começamos a namorar mesmo, como eu estava no meio da faculdade, não tinha como ir vê-la logo e passamos quase um ano só conversando pela internet e com isso conheci os pais dela por webcam e assim foram passando os dias e eu sempre com perguntas na cabeça: “como vai ser a primeira vez que se a gente vai se ver? O primeiro abraço, o olhar e o beijo? Será que quando nos conhecermos na real vai ser do mesmo jeito da internet?”. Essas perguntas foram respondidas no dia 23 de dezembro de 2010. Quando a vi, logo fiquei em estado de choque, saí andando em direção a ela, parei ao lado dela e ela por ser muito baixinha, rsrs, deu um pulo em meu pescoço e eu a abracei muito forte e ela chorava muito e falava “Amor não acredito que você esta aqui, parece um sonho” e assim aconteceu o primeiro beijo, o primeiro toque, o olhar, e em seguida fui aos pais dela, falei com eles e passei 10 dias na casa dela, saímos muito, passávamos horas na praça, sentados perto de uma fonte, abraçados e conversando. O Natal e o Ano Novo foram os melhores de toda minha vida, pois passei com a pessoa que eu mais amo. Então tive que vir embora e continuamos mais um ano só pela internet e o pior é que agora a saudade tinha aumentado em dobro, e também paramos de jogar e ficamos mais no celular ou Skype, até chegar o dia de vê-la novamente.
Agora estou no meu último ano na faculdade e vou a vê-la novamente no meio desse ano e no final. Próximo ano vou estagiar e arrumar um emprego por lá; afinal onde ela mora tem varias usinas de cana de açúcar e - esqueci de mencionar - estou me formando em agrônomo, e quem sabe em 2014 me casar com ela, esta tudo nas mãos de Deus. Espero que em 2014 eu escreva novamente para ti, e dessa vez com fotos do nosso casamento tanto no jogo como na real.
Tudo pra gente tem dado certo apesar da distância e das barreiras impostas por amigos familiares. E tem um certo preconceito com pessoas que namoram por internet, as pessoas pensam que são pessoas feias que não conseguem arrumar um namorado, que são nerds e outras coisas - se todos ficarem escutando o que os outros falam, vão perder a chance de ser feliz. Ah, dou uma dica que acho muito importante: que as pessoas que estão namorando pela internet tentem levar isso pra voz, pra webcam - isso faz com que vocês estejam mais perto um do outro. E que conheça a pessoa o máximo que puder, pois quando fui conhecer a Jé pessoalmente, eu já sabia tudo o que ela fazia e como dormia, como gosta de se vestir, o que gosta de fazer... Tudo isso é importantíssimo, pois quando for conhecer sua pessoa amada, você vai estar mais preparado.

E aí, curtiu a história de amor de Luis Carlos e Jéssica? Se você também tem uma história de amor como essa para contar, mande para oamoretsanarede@yahoo.com.br

Acredita, agora, que namoro virtual dá certo, sim? É como qualquer outro namoro: tanto pode dar certo, quanto não. Mas você nunca vai saber se não tentar...

Beijos de Erica Queiroz; O amor está na rede!!!

sábado, 3 de março de 2012

Não consigo arrumar namorado! Não consigo arrumar namorada!

Posted by O amor está na rede On 19:30

Olá!

Muita gente me procura dizendo "não consigo arrumar namorado" ou "não consigo arrumar namorada".

Acontece que, para conseguirmos algo, precisamos de duas coisas:

1. querer

2. ir atrás

Parece simples e fácil, mas pode não ser. Muitas pessoas acham que querem um(a) namorado(a), mas, na verdade, o que elas querem é realizar o sonho que alguém sonhou para elas. Ou fazer o que "todo mundo faz" (se todo mundo faz - ou quase todo mundo -, deve ser o certo, pensam). Tem gente que se casa porque na sua família todos se casam. Ou tem filhos pelo mesmo motivo. Porque já se programou para fazer algo só por fazer, mas, lá no fundo, não é sua vontade própria. E, por isso, não vai conseguir mesmo.

Eu conheço várias mulheres interessantes que dizem querer um namorado, mas estão sozinhas há muitos e muitos anos (muitos mesmo!). Quando começo a sondá-las, percebo que elas têm várias desculpas para não conseguirem arrumar um namorado - mas a culpa nunca é delas - é sempre dos homens que não querem nada sério, só querem curtir, só querem sexo etc. A grande verdade é que, se quase todos os homens fossem assim, quase todas as mulheres seriam solteiras, certo? E não é o que acontece.

Então, o primeiro passo é parar e pensar: eu realmente quero alguém? Por quê? O que essa pessoa me traria de bom? O que eu acrescentaria à sua vida? Com base nessas perguntas e respostas, que servem tanto para homens, quanto para mulheres, talvez isso fique mais claro para você. E aí você passará de vítima a protagonista de sua própria vida! E parará de se lamentar, dizendo que só você não consegue companhia...

Quanto a ir atrás, salvo raríssimas exceções, nada cai em nosso colo. Então não dá para ficar esperando. Se você não nasceu em berço de ouro e não recebeu uma herança familiar, você tem que trabalhar para sobreviver, certo? Se você ficar parado, não conseguirá se sustentar.

Portanto, quando queremos (ou precisamos de) algo, temos que ir atrás. Ficar sonhando é lindo e cômodo, mas não nos leva a lugar nenhum.

Você está se mexendo para arrumar uma namorada ou um namorado? Está saindo? Conhecendo gente nova? Frequentando novos lugares? Procurando em sites de relacionamentos?

Se você não fizer nada novo, tudo ficará igual. Portanto, se você não quer mais ouvir-se dizer "não consigo arrumar um namorado", mexa-se! Você pode tentar, fracassar, tentar de novo, fracassar outra vez e ir tentando. Pode ter certeza de que uma hora dá certo e, durante o processo, não tenho dúvidas de que se sentirá mais forte!

Se precisar de ajuda, eu ofereço consultoria: http://www.oamorestanarede.com.br/p/consultoria-amorosa-com-erica-queiroz.html

No mais, só posso te desejar boa sorte!!!

Beijos de Erica Queiroz; O amor está na rede!!!