quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Onde está a felicidade? No creo en brujas, pero que las hay, las hay...

Posted by O amor está na rede On 18:47 4 comments

Queridos amigos,

Afinal, onde está a felicidade? - é o que a maior parte da humanidade costuma questionar.

Quando estive em Santiago de Compostela, na Espanha, comprei uma "bruja de la felicidad"(bruxa da felicidade), não só porque achei a carinha dela simpática, mas porque trazia pendurada uma linda mensagem.

Vendo-a hoje em casa, me inspirei a fazer esta postagem.

A mensagem diz o seguinte:

"Lo esencial para ser feliz es mantener siempre colmado el corazón. Muchos buscan la felicidad como otros buscan su sombrero; lo llevan puesto y no se dan cuenta. La dicha de la vida consiste en tener siempre algo que hacer, alguien a quien amar y alguna cosa que esperar."

Traduzindo (tradução livre): O essencial para ser feliz é manter o coração sempre preenchido. Muitos buscam a felicidade como outros buscam seu chapéu; está em suas cabeças, mas não conseguem perceber. A alegria/sorte da vida consiste em sempre ter algo para fazer, alguém a quem amar e alguma coisa a esperar".

E isso não é mesmo deixar o coração pleno?

Escrevi este post para que paremos um momento para refletir: às vezes, aquilo que buscamos, está mesmo na nossa frente (ou na cabeça, como o chapéu), mas não conseguimos ver. E não é ótimo saber que só há uma pessoa a nos ajudar nesta tarefa e esta pessoa somos nós mesmos, ou seja, não dependemos de mais ninguém, apenas de nossa própria vontade?

Pense nisso!

Como dizem por aí, "no creo en brujas, pero que las hay, las hay..." (não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem...").

Beijos de Erica Queiroz; O amor está na rede!!!


4 comentários:

gostei muito do seu blog
estas de parabéns
abraços e tenha um otimo dia

Obrigada, Vanessa!

Seja muito bem-vinda!

Beijos,

Erica

Acerca da última frase da mensagem, retwittei ela por esses dias, mas...raramente temos as três coisas reunidas, e quando as temos, nem sempre nos contentamos com elas...

Paz consigo mesmo é essas três coisas nos trariam. Mas, na minha opinião, Felicidade não é a Paz, mas a Busca pela Paz. O melhor da Festa é esperar por ela, a água do deserto nos brota aos lábios antes mesmo de chegarmos ao oásis. Por isso, a Vida é um eterno pressentimento da Felicidade, estar a Caminho dela...

Abraço!

Oi, Ebrael.

Muito bonito isso que você falou sobre a paz. E é bem verdade que o melhor da festa é esperar por ela - quando ela chega, estamos tão ansiosos que mal conseguimos aproveitá-la! Na busca desenfreada por algo, não vemos as coisas boas que temos a cada momento...

Abraços,

Erica

Postar um comentário