quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Está esperando o príncipe encantado bater à sua porta?

Posted by O amor está na rede On 10:53 16 comments

Olá!

Este é o meu segundo texto para o site de relacionamento Be2. É bem curtinho: leia com atenção e tome uma atitude!!!

Beijos,

Erica Queiroz; O amor está na rede!!!

Está esperando o príncipe encantado bater à sua porta?


Olá! Se identificou com a pergunta? É isso que você está fazendo? Apenas esperando? Pois sinto te desapontar. Por dois motivos:

- príncipes encantados não existem;
- dificilmente alguém baterá à sua porta, a não ser o porteiro do seu prédio ou o entregador de pizzas. Também pode ser o cara da companhia telefônica , da TV a cabo, alguém fazendo algum tipo de cobrança…

Esse lance de príncipe encantado é lindo demais – se vier num cavalo branco, ainda melhor. Mas isso é apenas lenda e só acontece nos filmes... (continua aqui: http://migre.me/3VNy2)

16 comentários:

Olá queridíssima !!!

Li seu texto e adorei !! Muito convincente e convidativo, justamente porque nos mostra a verdade !
Não existe isso de príncipe, na concepção de perfeição, e mesmo se existisse, ele não iria cair de paraquedas na nossa porta com um buquê de rosas na mão, por isso temos que deixar de desânimo e preguiça e dar uma "ajudinha" para o destino :)
Um beijãozão

Olá, boa noite!

De fato, o chamado "príncipe encantado" não existe e nada cai do céu.

Entretanto, o que tenho encontrado (e tenho visto outras mulheres dizer que também encontram) é o cara "acomodado" e sem qualquer tipo de iniciativa ou atitude.

Ficam esperando a mulher resolver tudo.

Se vc quiser, é vc que tem que descobrir o telefone do cidadão, onde ele mora, trabalha e ir atrás, pq ele simplesmente não move uma palha.

Agora, eu gostaria que alguém me respondesse: como vc vai descobrir se tal pessoa é a pessoa da sua vida se nem a oportunidade de conhecer o outro, conviver com ele, vc tem? Como chegar no objetivo quando não se tem o início da situação?

Já não se fazem mais homens gentis como antigamente, aqueles que tomavam a iniciativa, faziam convites para um passeio, sabiam ter uma conversa agradável, no mínimo manter uma amizade, caso não desse certo um relacionamento amoroso.

Me desculpem, mas sou uma mulher à moda antiga neste aspecto e tem atitude que ainda cabe ao homem, sim! Nós evoluímos, mas não podemos agir a ponto de se igualar aos homens em todos os aspectos. E essa situação de pedir telefone, convidar para sair, ainda é atribuição deles!

Deixo consignado que não se tratam de palavras amargas (pois graças a Deus, me amo e amo minha vida) e sim de uma constatação.

Se porventura, algum homem que esteja lendo (em se tratando dos descomprometidos, claro) é diferente do perfil que descrevi, me desculpe, mas existem muitos rapazes que estão agindo assim, infelizmente.

Abraços a todos e boa sorte!

Lenise

Realmente, príncipe de conto de fadas nao existe, mas qdto digo príncipe é aquele cara educado,atencioso,bem humorado etc.
Nao precisa ser lindo,mas precisa ter um encantamento para mim.

Bjos
Cintia

Olá minha linda e querida amiga!!!
Ahhh...essa é a mais pura verdade!!! Sabe que estou lendo o seu livro e tenho me identificado demais com as suas dicas? Engraçado que nele, muito do que você escreve não serve apenas para quem busca relacionamentos...Serve para quem precisa superar traumas e preconceitos, quebrar tabus, valorizar-se... Fantástico, amiga!!! Maravilhoso e recomendo mesmo a todos!!! Esse papo do príncipe encantado é uma das muitas idealizações que fazemos sobre par perfeito e ideal e, partindo até no que tenho aprendido em seu livro, de nada adianta se buscar a pessoa ideal, se nós mesmos não nos sentirmos especiais e importantes o bastante para estarmos ao lado de alguém!
Grande beijo, minha amiga, coach e escritora predileta!!!
Jackie

Oi, Sammy! Verdade pura!
Claro que quase toda mulher gostaria que isso acontecesse. Mas talvez aconteça com 1 em cada milhão, rs. Então nada de ficar sentada esperando: é melhor sentar à frente do computador e agir!
Beijocas

Oi, Lenise! Tudo bem?
É verdade que, com esse lance de emancipação da mulher, muitos homens se acomodaram. Mas ninguém quer um homem acomodado ao seu lado, certo? Então é melhor descartar os desse tipo.
Eu não ocncordo com o fato de que pedir telefone e convidar para sair seja atribuição deles. Se você estiver interessada, invente uma desculpa sutil e peça o telefone, oras! Depois combine um café para discutir "aquilo" que você inventou como desculpa. Tem homem que nem perceberá as suas intenções e talvez acabe rolando um clima.
E, se você se cadastrar num site de relacionamentos, vai encontrar vários homens com o mesmo objetivo que o seu!
Beijos,
Erica

Oi, Cintia!
Concordo plenamente com você: sempre digo que não existe o homem perfeito, mas existe o homem que é perfeito para mim: aquele que mais combina comigo em tudo!
E o príncipe é aquele que tem encantos para nós!
Beijos,
Erica

Oi, Jackie-amiga-queridíssima!
Que bom que está gostando do livro... Eu tentei mesmo fazer um apanhado geral de tudo e não apenas mostrar como se deve proceder num site de relacionamentos.
É uma pena que o ser humano viva, na maioria das vezes, idealizando tudo: a vida, a profissão, os outros... E, no final, isso só gera frustrações!
E, se não estivermos bem com nós mesmos, é melhor nem tentar procurar o amor! Senão é sinal de frustração à vista!!!
Mil beijos,
Erica

Oi Érica, obrigada pelas palavras!

Respeito o que vc disse, mas a safra de homens "livres", está muito "ruim", lamentavelmente. Ressalto que esta "ruindade" não é na questão de caráter. Longe de mim querer desqualificar alguém como ser humano, pois todo mundo tem seus defeitos, mas em grande parte, inúmeras qualidades.

Falo assim pelo que tenho vivenciado ultimamente e também por situações que pessoas à minha volta vem passando na questão sentimental. Quando não padecem de falta de atitude, de vontade para continuar uma simples amizade, tem um medo atroz de se relacionar, de conhecer a outra pessoa.

Parece que se o relacionamento virar uma coisa séria vc estará o levando para uma prisão e não para vivenciar o amor, compartilhar uma vida a dois e constituir uma família. E com 38 anos, madura e com um emprego estável não tenho mais idade para ficar perdendo tempo com gente acomodada ou que não sabe o que quer.

É muito chato ter que "mendigar" para conhecer um homem. Se vc manda um torpedo, eles não respondem ou levam dias para fazer isso. E-mail? A mesma coisa. Sem falar os que eu citei, que conversam uma vez, depois somem e vc não tem como contactar pq não sabe nada do cidadão, no máximo o primeiro nome e o bairro onde mora.
Por isso a gente nunca sabe o que fazer.

Confesso que estou bem cansada e chateada com tudo isso. Decidi sorrir, me cuidar, trabalhar, fazer o que gosto, enfim, viver minha vida e deixar nas mãos de Deus e por obra do acaso.
Estou precisando de um descanso, de um tempo depois de tanta contrariedade neste aspecto.
Cortei o contato com todos esses homens enrolados, zerei! Resolvi que nem no MSN não falo mais com nenhum deles.

Desculpe, mas estava precisando desabafar e percebi que este espaço é bacana e bem democrático, cheio de pessoas de bem com a vida e inteligentes.

Desejo que quem esteja lendo tenha muita sorte e enconte a pessoa que esteja procurando.

Beijos!

Lenise

Erica,

Com sinceridade, eu acreditei em homens incríveis, mas isso fez parte de um filme antigo hollywoodiano.

Eu nao acredito em principes encantados, por isso mesmo, nao espero por nada parecido.

Beijinhos

Oi, Lenise. Tudo bem?
Desculpe a demora em responder.
Pelo seu comentário, eu vejo que você está cansada mesmo e, quando a gente se sente assim, tudo acaba dando errado, não tem jeito.
Então acho que você fez a coisa certa: eliminou da sua vida pessoas "infrutíferas" - se já não deu certo com elas até agora e as coisas andam nesse ritmo, melhor mesmo partir para outra(s) oportunidade(s)!
Investir em você é mesmo o melhor caminho. Aprenda algo novo, cuide de si mesma, como já está fazendo. Eleve sua autoestima e aí, sim, você estará realmente aberta à possibilidade de encontrar alguém.
E as coisas vão acontecer naturalmente, sem precisar mendigar, como você disse.
Estou aqui para o que precisar!
Grande beijo,
Erica

Oi, Sissym!
Ainda bem que fez parte de um filme que já acabou, né? Às vezes, viver a realidade não parece tão encantador, mas ter os pés no chão é melhor do que levar um tombo gigante!
Beijos,
Erica

Oi Érica, bom dia!

Em primeiro lugar, obrigada por suas palavras.

Não se preocupe, vc não demorou para me responder, afinal de contas nos dias de hoje todo mundo tem que se dividir em várias atividades, e para dar conta de tudo é complicado.

O fato de ter mudado meu pensamento, de ter me valorizado, me ajudou, e muito, a "digerir" esta situação. Eu estava mal, triste e frustrada com tudo isso e penso que se tivesse tendência, poderia ter entrado em depressão.

Acordei a tempo de evitar isso, graças a Deus!

Daqui para a frente é como eu disse: o lance é me cuidar, fazer o que gosto e deixar os homens "medrosos" e "sem atitude" para lá.

Se porventura aparecer alguém na minha vida, só vai ter minha atenção, caso realmente provar que mereça.

Alguém que dê início a uma amizade legal, que queira conviver e que prove que tem, no mínimo, boa vontade.

Chega de "mendigar", ter que ficar insistindo como se estivesse pedindo "pelo amor de Deus", para que um homem me dê o mínimo de atenção.

Este tempo na minha vida acabou!

Deixo esta sugestão para as mulheres que estejam lendo este blog: depois de desabafar e chorar (o que é necessário), enxuguem as lágrimas, levantem a cabeça, sorriam e pensem que vcs valem mais do que essa geração de homens que aí está.

Se um dia algum deles acordar, pode ser tarde: a juventude e a beleza já foram embora e perderam grandes oportunidades de ter alguém ao seu lado, de ser amado e constituir uma família.

E como o tempo não volta atrás, restará amargar a solidão!

Bjs a todos e que Deus os abençõe!

Lenise

Oi, Lenise! Boa noite!
Perfeita sua atitude de parar de mendigar a atenção masculina. Mesmo porque esmolas a gente dá pra pessoas das quais sente pena e, num relacionamento, a última coisa que uma pessoa deve querer é que seu companheiro sinta pena dela.
No entanto, não concordo com a sua generalização sobre os homens: "vcs valem mais do que essa geração de homens que aí está". Este pensamento é totalmente equivocado e talvez seja ele que esteja te impedindo de encontrar alguém. Existem homens bons e ruins (assim como mulheres boas e ruins). E existem mulheres magoadas e decepcionadas que só veem coisas ruins nos homens. Mude este pensamento, senão nada vai melhorar. Acredite que existe uma pessoa boa pra você e que você a merece!
Desejar que os homens fiquem sós, como você mencionou (indiretamente) no final, não vai te ajudar nadinha. Pior: vai afastar qualquer homem bom de você!
Pense nisso!
PS: eu faço trabalho de coaching (consultoria) - se estiver interessada, me mande email e podemos conversar: oamorestanarede@yahoo.com.br
Beijos,
Erica

Oi Érica, boa noite!

Relendo o que escrevi, talvez tenha me expressado mal, por isso posso ter passado uma impressão equivocada do que de fato quis dizer. As vezes num texto, por mais que relemos o que acabamos de escrever, estamos sujeitos a este tipo de situação. Uma palavra mal colocada, uma pontuação, ou a falta de qualquer desses elementos, pode comprometer o conteúdo de um texto.

Mas,fazer o que,ninguém é perfeito e todos estamos sujeitos a cometer erros.

Eu não desejo que ninguém fique sozinho, pois sou da opinião que o que não queremos para nós, não podemos querer para os outros.

Entretanto, do jeito que certos homens agem (e alguns confirmam que não tem interesse em encontrar alguém, que namoro ou casamento sério é "furada", que o melhor é estudar, trabalhar e curtir a vida - eu mesma já ouvi isso da boca de homens que conheci), é isso que pode acontecer, pelo menos para alguns deles. E, se houver arrependimento da parte deles, de fato pode ser tarde, dependendo da circunstância.

E no tocante a estar generalizando, me baseei nas pessoas que conheci. Evidentemente não posso falar de quem não conheço e de quem não passou pela minha vida.

Eu já disse num texto que escrevi anteriormente que não coloco a "ruindade" como falta de caráter (são boas pessoas, honestas, etc)e sim como a falta de vontade, de atitude dos que passaram pela minha vida nestes últimos tempos. E como estes são da minha geração, citei este termo.

Não quis oferender ou julgar alguém. Estou num momento de cuidar de mim mesma e achei necessário desabafar um pouco para ajudar a enterrar esta má fase da minha vida. Escrevendo, eu me senti "deletando" essas pessoas "infrutíferas" da minha vida, como vc mesma disse.

Também a crença em Deus, o apoio dos amigos verdadeiros, da família, a dedicação ao trabalho e a fazer coisas que eu gosto, estão me ajudando a sair dessa.

Se um dia aparecer alguém, beleza, senão estou mais preparada para tocar a vida da melhor maneira possível, mesmo se nunca vier a me casar.

Vou anotar seu e-mail e se julgar necessário, estarei te escrevendo.

Muito obrigada por tudo e que Deus te abençõe!

Beijos!

Lenise

Olá, Lenise.
Não se preocupe com o mal-entendido - falar ao vivo já da problemas, imagina por escrito, rs.
Como já falei antes, achei excelente a decisão de investir em você mesma - no final, é isso que vai te transformar numa pessoa ainda melhor e mais querida por você mesma e pelos outros, você vai ver!
Só um aviso: não leve ao pé da letra tudo o que os homens falam. Por ex.: já vi vários caras falarem para uma mulher que estavam com ela só "de rolo", porque não queriam nada sério e, de repente, estavam namorando outra e rapidamente casados. Muitos só falam isso porque não veem futuro com a pessoa em questão.
Estou à disposição e torcendo por você!
Beijos,
Erica

Postar um comentário