sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O caso da mulher sequestrada por um homem que conheceu na net

Posted by O amor está na rede On 17:26 13 comments

Hoje fiquei sabendo de um caso de sequestro: uma mulher de 36 anos foi sequestrada por um homem que conheceu na net. Ela foi mantida em cárcere privado por uma semana.

Veja bem... Eu disse 36 anos, não 13! Se ela tivesse 13, eu até poderia entender, mas 36...

A vítima conversou com o sequestrador por um mês e ele lhe prometeu emprego e ajuda médica.. Então, ela simplesmente forneceu o endereço de sua casa para que ele fosse buscá-la!

Regra número 1 do relacionamento online: O PRIMEIRO ENCONTRO DEVE SER SEMPRE MARCADO EM LOCAL PÚBLICO!

Regra número 2 do relacionamento online: NUNCA, JAMAIS, EM HIPÓTESE NENHUMA, NEVER, EVER, ACEITE UMA CARONA, NEM NA IDA, NEM NA VOLTA! E, obviamente, o endereço de sua casa deve ser mantido em sigilo até que se inicie um relacionamento mais sério - mesmo assim, todo cuidado é pouco.

Alguém me explica como uma mulher de 36 anos faz algo assim? Carência? Ingenuidade? Falta de bom-senso? Enfim... Depois as pessoas ficam dizendo que conhecer alguém na internet não é seguro!!! Querem saber? Para mim, é muito mais seguro conhecer alguém na net, pois você tem tempo de sobra para pesquisar quem a outra pessoa é.

Dar o endereço de casa a um estranho é a mesma coisa que passar a senha do seu cartão de crédito a ele! Dá para sair algo bom daí? Talvez, mas a regra diz que não!

Segue link para o vídeo: http://bit.ly/azXtXp (terratv)

Seja esperto(a) e use a net conscientemente!

Dica de O amor está na rede!!!

13 comentários:

Isso é absurdo, profundamente lamentável.
Todo cuidado é pouco quando se diz respeito a relacionamentos iniciados na net.

OI Amigo

é triste o que aconteceu, mas pode acontecer em qualquer lugar, a net é mais uma facilidade para as pessoas se conhecerem e quem sabem terem um relacionamento serio.
Pena que muitas pessoas usam a net para o mal, mais o perigo está em qualuqer lugar, temos que ter precaução e saber com quem realmente está lidando.

Bjs

Eu penso que é um pouco de carência e ingenuidade de algumas pessoas. A Internet é só mais um lugar onde pode-se encontrar a pessoa amada, mas tem que haver cuidado e seguir as regrinhas acima!

www.aldo-cioffi.blogspot.com

É realmente muito complicado,difícil de acreditar mas infelizmente existe gente de todo tipo,você pode ser uma pessoa esclarecida e antenada ,mas há muita gente ingênua como esta moça no mundo e que se deixa levar por crápulas como foi o caso desse sujeito.

Olá,gostei muito do seu blog, esse negócio de namoro na rede deve ter o mesmo cuidado de alguém que vc encontra em uma balada, vc nunca sabe quem é, sempre cuidado e penso investigação não faz mal a ninguém....bjs

Gostei muito do blog, esse caso realmente é triste, e sempre quando passam algo assim meus pais fazem questão de me chamar e mostrar, pois namoro com um rapaz a 1 ano pela net, ja estamos marcando dele vim, so que meus pais não aprovam, dizem que ele pode ser bandido e talz, mas acho qe em 1 ano ja deu pra conhecer bem, sei qe ele não é nada disso, so espero qe de tudo certo, e concordo com você, prefiro conhecer uma pessoa virtual que pessoalmente.

Olha, por mais que presenciamos em TV, jornais e revistas, notícias referentes a relacionamentos virtuais, não consigo entender por que a maioria dessa mulherada boba, ingênua, cega, mal amada, cai em conversas fajutas vindas desses metidos a Don Juan.

Sem hesitar, a gente culpa de imediato o mal intencionado virtual. Analisando com calma, maior parte da culpa está nelas que, por carência extrema, ficam alucinadas por palavras melosas, achando que é assim que se inicia uma conquista.

Grande parte da ingenuidade está na faixa de 30 a 50 anos, segundo dados em um jornal do qual sou leitor fiel.

Essas bobas não enxergam a maior estratégia de se livrar de um criminoso desses: É LEVAR ALGUÉM JUNTO COMO SEGURANÇA, MESMO CONFIANDO 100% NO PRETENDIDO.

Fácil, não?

Olha, eu concordo com o que disse sobre a gente ter tempo para conhecer ANTES de sair.
Uma dica bem bacana é vc pedir o nome completo do cara (se for verdadeiro), vc pode dar uma conferida no google, que geralmente mostra quando a criatura tem problemas judiciais, por exemplo.
Também concordo com VÁRIOS encontros públicos ANTES de algo mais pessoal.
Sempre dê uma de "retardada", no sentido de fazer algumas perguntas "chaves" que o cara pode cair em contradição, tipo o bairro onde mora, onde trabalha, se tem família, família mora onde... de maneira gentil: "Onde vc trabalha, mesmo?", "Vc tem quantos filhos mesmo?" "Onde estudou?"
Tem que ir tirando informação ao máximo... encontrar nos lugares públicos, e claro, de preferência saber primeiro onde o sujeito mora e trabalha, ver se tem algum amigo em comum.
Enfim, é o MESMO risco de encontrar alguém no bar bebendo ou na fila do banco...
Acho que prestar atenção nas palavras é extremamente importante!
Duvide de quem já quer ir engatando um relacionamento sério logo de cara tbm, parece bom sinal mas não é, demosntra que está "facinho" demais, se o outro está também inseguro pode ser um bom sinal, afinal vocês ainda estão se conhecendo!
Converse bastante, saia em vários lugares públicos, veja como ele se comporta, NÃO pegue carona!
Pergunte o que costuma fazer, onde costuma ir, eu sou perguntadeira e nunca tive problemas, se "farejo" algo grave, caio fora...

Você precisa se sentir segura até dar um passo mais ousado.
Outra dica que uma amiga me deu que é bem bacana é passar um dia todo juntos, um tempo depois, mas em lugares públicos, tipo shopping, cinema, passeio no parque de domingo (que está cheio!) café... tudo isso vc vai checando como o indivíduo se comporta, se é educado com outras pessoas, se sabe esperar numa fila... etc
Enfim, estou só "macetando" aqui algumas dicas que já li nesse site mesmo rs

Simone

Queridos,
Obrigada por todos os comentários.
O comentário da Simone foi extremamente importante; ela fez um resumão geral dos principais pontos para que uma pessoa se proteja!
Beijos,
Erica

Gente tudo pode acontecer, mais caldo de canja e cuidado numca fez mal a ninguem, precisamos ser prevenidas mais jamais desistir de procurar o amor seje ele virtual ou não o necessario e buscar o amor.

Oi, Sandra.

É como no mundo "não-virtual": sempre temos que tomar muito mais cuidado com pessoas que conhecemos sem referências, ficando de olho em atitudes suspeitas. Em resumo: seguir princípios básicos de segurança!

Beijos,

Erica

Nossa, já trilhei um bom caminho. Encontrei meu marido num site de relacionamentos. Googlear o nome e apelido é otimo começo. Encontrar em lugar publico é outra dica. Como o site que usei era para relacionamentos mesmo, nao somente bate papo, o negócio é perguntar mesmo. 
Me preocupava em relacionar com homens que tivesse emprego q eu pudesse checar. Exemplo: dono do próprio negocio, ou nao trabalho, vivo de renda, isso dá fácil, fácil, condição de mentir e vc nao tem como averiguar.
Fugir dos que prometem mundos e fundos, ter copiado todos os emails para pesquisar se fala verdade. "quem mente, nao mente pra sempre" qq hora escorrega.
Qt ao tempo de papos para decidir encontrar, depende. Cada um é um caso diferente.
Tem caras que vc nao vai encontrar pessoalmente nunca, pois não nao te dá suporte pra te deixar confortável. 
Outros podem ser mais rápidos, depende.
Conheci meu marido em Janeiro de 2010, fiquei noiva em fevereiro, coisa que nunca imaginei, eu 62 anos, noiva, pedido de casamento ao som de violino tocado por ele, ajoelhado e anel de diamante. 
Casamos em junho, tempo suficiente para preparar mudanças, ap... A cerimonia foi no Central Parque com a presença das nossas famílias e amigos. 
Ah... presente de casamento, pedimos que dessem em dinheiro a um teatro experimental o "La Mama" e fomos atendidos. 
Tenho um companheiro para caminhadas, passeios de bike, teatro, cinema e ganhei um professor de patinação na neve. Somos felizes

Oi, querida!

Que bom que vc soube se proteger e encontrar o amor na rede. E a sua história é linda demais!

Muitas felicidades ao casal!

Beijos,

Erica

Postar um comentário