segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Um dos maiores erros do ser humano é achar que tudo é para sempre...

Posted by O amor está na rede On 13:31 8 comments

Sim, este é um dos nossos maiores erros, se não for o maior de todos. Por isso que muitos relacionamentos não dão certo.

Hemos de convir que parece não haver nada melhor do que aquela sensação louca da paixão: pairando "no ar" o tempo todo, com os pés fora do chão, sorrindo feito loucos, por qualquer bobagem, e achando que temos uma capacidade escondida, até então, de voar! Há algo melhor do que isso? Não consigo me lembrar.

Mas isso não dura pra sempre. Claro que não! Como podemos sentir isso ao adoecer ou ver o ser amado doente? Como podemos sentir isso depois de algumas ou muitas brigas? Depois de tanto cansaço do dia a dia? Depois de ver os filhos brigando? Depois de a outra pessoa não ser mais "novidade"?

Quando nos apaixonamos, achamos que aquilo vai durar para sempre. Mas nada na vida é para sempre, mesmo porque o "sempre" sempre acaba, como já cantavam sabiamente Renato Russo e Cássia Eller, entre outros. Mesmo que o sempre acabe com a morte.

E o que devemos fazer, então? Procurar outra pessoa para sentir a paixão novamente? Tem muita gente que faz isso, mas vive frustrada, porque isso dá uma sensação de vazio sem tamanho.


Quando encontramos um amor de verdade, aprendemos que a paixão não é a coisa mais importante do mundo. Apesar de gerar euforia, sua duração não é longa - claro, você pode ser apaixonado(a) por uma pessoa durante anos, mas nunca será com a mesma intensidade do início. Já o amor pode ser assim: pode tornar-se mais bonito, mais intenso, mais "amor" com o passar do tempo. E, no final, quem já encontrou o amor sabe: é muito melhor do que a paixão...

Então pare de ter medo e de ficar procurando uma nova paixão de tempos em tempos: entregue-se aos delírios do amor!

Dica de O amor está na rede!!!

8 comentários:

Olá !!!

Muito bom o texto, esta realidade que você mencionou sobre pessoas que vivem querendo viver sempre neste êxtase e acabam por se decepcionar, é muito comum.
Realmente é muito bom, mas temos que estar com os pés no chão e saber que todas as fases deste sentimento são maravilhosas !
Quando se vai a euforia, fica a serenidade, o companheirismo e outras inúmeras coisas que tornam o amor muito melhor que a efêmera paixão.
Adorei !
Grande abraço !

O grande problema é que muita gente não aceita essa verdade e daí comete crimes passionais. Postei um link desse artigo no meu Facebook. Estamos juntos no Dihitt. Um abraço!!!

Eu não diria que o amor é melhor do que a paixão, diria sim que é um complemento, tão importante quanto, mas outra fase, uma fase mais estável e equilibrada. Eu comparo a paixão a uma explosão e o amor a uma chama que não se apaga. Bjs

Olá minha linda e querida coach!
Maravilha, amiga! Eu fico, ainda, com Vinícius:
"...Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure."
Porque o importante é que saibamos fazer de nossos momentos a eternidade que nos aquece o coração. Nada de sustentar sofrimentos...esse departamento é só para o crescimento e amadurecimento mesmo.
Que a paixão seja vivida em sua máxima delirante e que de suas labaredas façamos o fogo do amor que irá nos aquecer por muito tempo...o nosso infinito tempo...o tempo de cada.
Grande beijo, minha linda! Adorei isso!
Jackie

Concordo totalmente com vc, parabens pelo post.

É.Eu já descartei a possibilidade do Felizes para Sempre desde a primeira desilusão.Amém!
Hoje vivo mais intensamente as paixões passageiras!

#FATO

Sucesso queridona!!!

bjoooo

"Para sempre, sempre acaba..."
Mas desistir jamais! Afinal se o amor não está no ar, pelo menos tenho certeza de que está na rede.
BJos

Postar um comentário