quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Que tal encontrar sua alma gêmea por análise de DNA?

Posted by O amor está na rede On 12:36 3 comments

Sei que você deve estar duvidando, mas é verdade: agora já existe a possibilidade de achar alguém cuja "química" combine com a sua por meio de testes de DNA. Coisas do mundo moderno em que vivemos...

Como funciona? A empresa pega uma amostra do seu DNA e apenas alguns genes do seu sistema imunológico são analisados. O seu DNA é totalmente destruído após a análise - o interessante é que a empresa diz que a sua privacidade genética é muito mais vulnerável quando você corta o cabelo (ai, ai, preciso cuidar bem dos meus cachos!) ou quando bebe de um copo qualquer num restaurante (agora só devemos andar com lencinhos na bolsa, a fim de limparmos qualquer código genético que pudermos deixar por aí - sem falar nas impressões digitais, rsss - esse será o lado ruim da modernidade nos próximos anos, uma coisa meio Big Brother demais para as nossas cabeças, não?).

Além da análise de DNA, que vai definir a "química" entre os parceiros, os valores pessoais e preferências de cada um também são levados em consideração.

Quais são os benefícios desta análise, de acordo com o site?

  • Maiores as chances de gostar do cheiro natural dos possíveis parceiros.
  • Maior chance de uma vida sexual mais satisfatória.
  • Mulheres tendem a obter maior número de orgasmos com seus parceiros.
  • Menor chance de traição nas relações exclusivas.
  • Casais tendem a obter taxas de fertilidade mais altas.
  • Casais têm chance de ter crianças mais saudáveis e com sistemas imunológicos mais fortes.
Bom, quem quiser arriscar... aí vai o link: www.scientificmatch.com

Será que no futuro já saberemos quem será nosso par perfeito na maternidade? :)


Divagações de O amor está na rede!!!


3 comentários:

Nossa, que interessante!
Será que funciona mesmo???
Abraços

Olha, não dá pra saber... A não ser que mandemos amostras de DNA de casais que já deram certo pra ver se afirmam ser compatíveis, hehe! ;-)
Abs

Postar um comentário