terça-feira, 31 de agosto de 2010

Dicas para preencher um perfil vencedor

Posted by O amor está na rede On 09:58

Para algumas pessoas, falar de si mesmas pode ser um grande desafio.

Preencher um perfil num site de relacionamentos, então... Parece missão impossível. Mas não é!

Aliás, para os tímidos, é um modo muito mais fácil de falar de si mesmos (e só leva alguns minutos para o preenchimento do perfil - vamos deixar a preguiça de lado?).

Portanto, capriche! Algumas dicas básicas:

- use a abuse de positividade e de bom humor - você quer namorar alguém triste, entediado ou infeliz?

- não minta - mentir, só vai piorar as coisas e ajudar você a perder aquela pessoa que achou tão especial. Mais cedo ou mais tarde, a mentira será descoberta (ou porque você disse ser magro/a e não era, ou porque disse que não fumava, que não frequentava uma igreja, que falava vários idiomas e assim por diante). Quando alguém descobre uma mentira, a decepção, muitas vezes, é irreversível. Tome cuidado!

- conte, com energia, o que gosta de fazer - nada do tipo: "ah, eu faço ginástica porque meu médico me obrigou a fazer, mas eu odeio tanto que nem sei como chego à academia".

- não fique contando problemas - para isso existem os melhores amigos ou terapeutas!

- fotos: estas merecem um livro inteiro sobre elas (rs), mas vale lembrar que devem ser atuais, felizes e que mostrem o seu verdadeiro eu (não de quando você estava cheia de maquiagem ou de smoking num casamento ou festa de formatura).

Nada melhor do que ser você mesmo. Afinal, é com esta pessoa que o pretendente vai ficar e, se descobrir que você não era nada do que falou... Preciso dizer?

Dica de O amor está na rede!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

iPod, iPhone, iPad... & iLove!

Posted by O amor está na rede On 10:48

I do everything! iPod, iPhone, iPad e agora iLove também!

A Apple criou um site de relacionamentos pensando da seguinte forma: se as pessoas se aproximam por afinidades, então por que não aproximar os loucos por tecnologia? As pessoas que amam os produtos da Apple costumam ter profissões criativas, personalidades, estilos e sensos de estética similares, além, claro, da paixão por tecnologia. Desta forma, elas também podem apaixonar-se por outros apaixonados por Apple. Será? Por que não?

Assim sendo, o brilhante Steve Jobs lançou o Cupidtino, um site de relacionamentos para os fãs da maçã. Que lindo... A maçã do amor!!! :)

Foto: Blog Superinteressante

Segue o link: http://cupidtino.com

Ah, é claro que você precisa ter um gadget da Apple para se cadastrar e logar, né? Por enquanto, não dá para se cadastrar pelo iPhone, apenas por iPad e Mac. Mas, depois de cadastrado, você pode se conectar normalmente pelo iPhone.

PS: Vou falar pro amigo Jobs que "iLove" teria sido um nome melhor, não acham? ;-)

Beijos de cupido de O amor está na rede!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

A vingança dos feios!!!

Posted by O amor está na rede On 11:04

Acabou-se o tempo em que só as pessoas bonitas tinham vez!

Lembram-se do Beautiful People, aquele site em que apenas pessoas muito bonitas podem entrar? Ah, e se depois de aprovadas elas não mantiverem a forma e forem "dedadas" por algum amigo, elas são removidas do site. Inacreditável!

Você também pode ter um lindo bebê adquirindo espermas de gente bonita cadastrada no Beautiful People (BP), sabia? Coisas da modernidade...

Além do BP, também existe o Hot Enough. E é provável que existam outros menos conhecidos por aí. Para se cadastrar lá, você precisa ser, nas plavaras do próprio site: "Attractive, fit, and trendy" (atraente, em forma e "na moda"). Cool!

Mas com isso ninguém contava... Os britânicos (só para variar!), cansados de não terem a sua vez no mundo dos bonitos, criaram o The Ugly Bug Ball, um site para os milhões de indivíduos que não gostam do que veem no espelho (belo approach, hein?)! Se você é assim, então este é o seu lugar, é o que prega o site.

Na página inicial do site há algumas estatíscticas e a 1a delas diz o seguinte: Metade da pessoas em busca de relacionamentos no Reino Unido Half não é bonita (mas no quadro está escrito que metade é feia!!!) - então, ao invés de "pescar" numa pequena piscina cheia de beleza (sendo que, nas estatísticas do site, apenas 15% das pessoas são bonitas) e não conseguir nada, mergulhe num oceano de gente feia e aumente suas chances. Hilário, mas faz todo sentido!

Então pode se preparar: mesmo que você se ache o mais feio dos mortais, com certeza alguém vai te achar o mais belo ser humano. Perca a vergonha e vá à luta!

Dica de O amor está na rede!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Mens@gem para você!

Posted by O amor está na rede On 12:17

Você se lembra do filme "Mensagem para você" (You've got mail)? Como não lembrar de um dos filmes mais românticos dos últimos tempos? Este filme é do ano de 1998 (!!!) com Meg Ryan e Tom Hanks.

Ambos são comprometidos e ambos são donos de livrarias: ela tem uma pequena e ele uma enorme, recém inaugurada, que pode acabar com o negócio dela e, portanto, ela o "odeia"!

No entanto, os dois se conhecem pela internet, através do bate-papo da AOL. Mas um não sabe quem é o outro. E ficam teclando e se apaixonando, anonimamente. Até que um dia marcam um encontro, ela combina de levar uma rosa e um livro, ele a vê, senta-se com ela (e ela odiando tudo!) e diz que vai ficar até que chegue a pessoa que ela está esperando. Só que a pessoa não vem... Hmmm... Por que será? :)

Depois de muitos desencontros, finalmente os dois se entregam ao amor...

Se já tem gente se conhecendo e descobrindo o amor pela internet há pelo menos 12 anos... Eu te pergunto: o que você está esperando???



Dica de O amor está na rede!

sábado, 21 de agosto de 2010

Como proceder com relação às redes sociais depois de começar a namorar?

Posted by O amor está na rede On 18:48

Uma pergunta que sempre me fazem é essa: "Comecei a namorar... e agora? Saio do Orkut e do Facebook? Adiciono minha(meu) namorada(o)?

Conheço muitos casais que se separaram devido ao excesso de ciúme, pois um ficava checando cada "oi" que o outro recebia. Se era de alguém conhecido, seguramente era um conhecido "dando em cima". Se era desconhecido, era o desconhecido (que a-pessoa-já-devia-conhecer-mas-estava-escondendo) paquerando-a. Inferno total...

Então muita gente acabou saindo de uma ou mais redes sociais, depois voltando, saindo de novo... Você quer viver assim?

Quando a pessoa está solteira, principalmente depois de muito tempo, um ou outro recado indesejado acaba sendo inevitável - afinal, ninguém tem a obrigação de ficar checando se você mudou o seu status para comprometido(a) ou não!

Portanto, uma dica que dou é a seguinte: se vocês confiarem um no outro e forem suficientemente maduros, simplesmente não se adicionem. Cada um tem o seu perfil, os seus amigos (que alguns podem e devem ser comuns) e a sua intimidade. Assim todo mundo sobrevive calmo e feliz! E ninguém vai ficar brigando por picuinha...

Mas se resolverem se adicionar, não percam muito tempo fuçando a vida do parceiro. O tempo é algo preciosíssimo - melhor investi-lo em você!

Dica de O amor está na rede!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Cansou de procurar a outra metade da sua laranja?

Posted by O amor está na rede On 18:30

Ah, já pensou se fosse assim? Todos saindo com a "melancia pendurada no pescoço", tentando encontrar a outra metade da melancia, ou da laranja, ou do limão (rsss) pelas ruas? Ainda mais aqui do Brasil, este país tão pequenininho???


Propaganda da Match.com

E imagine só... Que meia-laranja mais sortuda: conseguiu encontrar a outra metade em 34"!!! Existe isso?

Se você se cansou de procurar por aí, entre logo num site de relacionamentos! Aposto que vai se arrepender por não ter entrado antes... :)

Dica de O Amor está na rede!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Epidemia de amor!

Posted by O amor está na rede On 18:34

Mais uma para o Dia do Amor. Tenho visto muitos comerciais da Match.com do Reino Unido (e logo irei postá-los para você), mas, sem dúvidas, este é o melhor para o Dia do Amor.

Espero que goste e que seja contaminado(a)!!! Como verá no final... "make love happen!".

PS: mesmo que você não fale inglês, dá para entender tudo!

Beijos de O amor está na rede!

❤❤❤ Feliz Dia do Amor!!! ❤❤❤

Posted by O amor está na rede On 14:58


E não é que eu nem desconfiava que o Dia do Amor existia? E ele é celebrado hoje! Foi um seguidor do Twitter que me avisou - obrigada, Marcelo!

Mas logo que ele me mandou a mensagem com essa informação, eu lhe respondi: "ah, para mim o Dia do Amor é todo dia!". E não é mesmo?

Quem aí consegue viver sem amor? Eu não! Eu amo meu marido, minha família, meus amigos (mesmo os virtuais!), enfim, todas as pessoas que são importantes para mim. Eu também amo os animais, as plantas e até mesmo algumas coisas intangíveis que o dinheiro pode comprar, como viagens, por exemplo...

Encha a sua vida de amor! Quanto mais amor você der, mais amor você receberá!

Faça o Dia do Amor ser todo dia!!!

Beijos de O amor está na rede! ❤❤❤

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Luana e Emerson dançando sem música na praça da Luz!

Posted by O amor está na rede On 15:54

Luana e Emerson se conheceram num site de relacionamentos segmentado, voltado à religião deles. Leia a história com as palavras da própria Luana:

"Bom venho aqui contar um pequena história para o blog O amor está na rede.
Eu sou evangélica e tenho 22 anos, sempre tive relacionamentos que não deram muito certo, com pessoas que conheci em cursos, no ônibus, metrô e festinha dos amigos, entre outros. Estava há um tempo solteira e não tinha ninguém à vista. Como já falei, sou evangélica e um dia estava em um site de letras de música procurando uma música legal para cantar na igreja. Foi quando olhei embaixo da página e tinha um anúncio de um site de relacionamentos evangélico. Cliquei no link, fui ver como era e me cadastrei - mas não com o intuito de encontrar um príncipe encantado, tanto que meu interesse no site era a busca de amizades.
Num domingo, de madrugada, terminei meu cadastro e comecei a conversar com algumas pessoas e em especial um rapaz chamado Emerson. No dia em que conversamos era o aniversário dele e resolvi passar meu MSN e deixamos pra conversar outro dia com mais calma - estava tarde ele ia acordar cedo pra trabalhar e tudo mas. Dois dias se passaram e quem estava online no meu MSN? O rapaz que eu conheci via chat pelo próprio site de relacionamentos. Conversamos um pouco mais, nos conhecemos mais e trocamos telefones - ele pediu que eu ligasse pra ele no dia seguinte e eu concordei em ligar. No dia seguinte, retornei a ligação e pra minha sorte ele estava em horário de almoço. Conversamos um pouco e só de ouvir a voz dele já gostei e senti que íamos nos dar bem. Na próxima vez que estávamos online, marcamos um encontro, que era para ser um domingo - mas ele se atrasou e eu não sou de esperar muito; um outro rapaz que também conheci pelo site me ligou naquela hora e marcou um encontro comigo em um outro lugar e eu fui! No meio do caminho retornei para o Emerson e disse pra ele deixar o encontro pra outro dia pois ia ficar muito tarde e coisa e tal - "mera desculpa". Fui conheçer o outro rapaz, mas não deu certo: eu não gostei dele e pulei fora - ficamos amigos. À noite, eu e o Emerson online no MSN marcamos um novo encontro no próximo fim de semana, só que ai lembrei que teria um chá de cozinha de uma amiga e que eu não poderia faltar. Liguei pra ele e desmarquei novamente o encontro. Deixamos quieto. Em menos de três dias, marcamos um novo encontro: o dia do encontro seria um feriado, estava tudo a nosso favor, seria um dia de um grande evento em São Paulo e a cidade parava pra isso; basicamente vários lugares iam estar menos movimentados, sem trânsito, o sol ia brilhar seria um ótimo encontro e foi. Marcamos na estação da Luz perto dos banheiros e a nossa senha seria ele já chegar beijando! O dia do encontro chegou e como ele mora longe demorou a chegar (eu fiquei plantada esperando), mas ele chegou. Eu o vi de longe, NOSSA!, parecia uma adolescente em seu primeiro beijo nervosa e como o combinado ele já chegou beijando e fomos dar uma volta pelo centro da cidade, parecia que já éramos namorados e que nos conhecíamos há muito tempo, nos demos muito bem, gostamos um do outro, passamos o dia inteiro juntos (e parecia que apenas alguns segundos se passaram) e ele não cansava de dizer que ele era o homem da minha vida, dançamos no meio da praça da Luz (sem música alguma tocando), eu e ele dançando e todo mundo olhando e tirando fotos, foi incrível. Fomos embora com o coração partido, mas com a certeza de que fomos feitos um para o outro, e os meses foram se passando e nosso relacionamento cada vez mais impossível em cada encontro na hora da partida era a mesma tristeza, uma dor no peito, as conversas pelo telefone sem comparação, horas e horas, penso nele em cada momento, gosto muito dele e é bom saber que isso é recíproco, e o que me deixa mas feliz é saber que ele tem planos futuros ao meu lado (minha mãe não o aceita muito; a familia dele me aceita numa boa). Brigamos como todo casal, mas o melhor é a volta! Espero que fiquemos juntos pelo resto da vida, pois somos uma só pessoa em um só sentimento."


* Gostaria, mais uma vez, de pedir desculpas à Luana, que me mandou esta história em Julho, mas só vi seu e-mail na semana passada! Beijos, Luana! Felicidades ao casal...

O amor está na rede!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

"Quer sair com um cara que conheci no Match.com, mas não gostei?"

Posted by O amor está na rede On 18:56

Ontem estava assistindo a um filme bem romântico, bem "bonitinho", com a adorada Meryl Streep: "Simplesmente Complicado" ("It's Complicated"). Já o viram? Recomendo! Fiquei até com vontade de aprender a fazer croissant de chocolate e meu marido, já imaginando o resultado, ficou tentando me convencer de que não vai ser muito fácil fazê-lo em casa (risos!).

Num determinado momento, a Meryl, que está sem namorado e divorciada há 10 anos, se reune com 3 ou 4 amigas para conversar, algo meio "Sex and the City". E elas começam a falar que a Meryl precisa encontrar um parceiro e tal, quando uma sugere: "Quer sair com um cara que conheci no Match.com, mas não gostei?". Ou seja: já está até parecendo troca de figurinhas, de tão normal que a coisa ficou!

Nos primeiros 10 segundos do vídeo abaixo você já vê a conversa:


Queira você aceitar ou não, a rede é um excelente meio para lhe ajudar a conhecer gente nova, como, por exemplo, pessoas que estão distantes de você, mas com as quais você tem muito mais afinidades do que com o seu vizinho.

Só você vai deixar as oportunidades passarem e não se inscrever num site de relacionamentos? Só você vai ficar de fora?

Lembre-se: O amor está na rede também!!! Não somente, claro, mas também... :)))

Feliz sexta-feira 13!

Posted by O amor está na rede On 18:22

Para mim, o 13 sempre foi um número de sorte.

Mas tem gente que, por superstição, o abomina! Há prédios que não possuem o 13o andar, aviões que não possuem a 13a fila e assim por diante.

Mas, para mim, o número 13 é um número como qualquer outro e a 6a feira 13 é melhor ainda: afinal, o melhor dia da semana é o último, não? Depois é só curtir o fim de semana!

Feliz sexta-feira 13 para vocês!!!

Um beijo de O amor está na rede!

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Amor virtual - "uóti"?

Posted by O amor está na rede On 19:23

Pois é... Estava eu tuitando sobre relacionamentos online quando uma querida me escreveu: "não acredito em amor virtual, já me dei mal". Linda frase, não? Até rimou!

Vamos, então, analisar por partes:

1. "Não acredito em amor virtual" - Ah, que alívio! Nem eu... Alguém acredita? Amor virtual não existe. Amor é um sentimento. É algo que é bom, ruim (se não é correspondido), alegre, triste e também "apaixonante", por que não? Então, se você sente tudo isso, como poderia o amor ser virtual??? Se fosse virtual não doeria, oras! Ou não despertaria grandes emoções... Conhecer uma pessoa virtualmente gera uma atração que de virtual não tem nada. Se você estivesse se apaixonando por um computador (ah, mas acho que só nos filmes existem computadores que poderiam responder perfeitamente às suas perguntas), eu acreditaria em amor virtual. Mas existe alguém teclando do outro lado, ou falando com você através de webcam e assim por diante. O que há de virtual nisso? Talvez apenas a falta de um primeiro encontro.

2. "Já me dei mal" - Claro que sim! E já não se deu mal com alguém que conheceu no mundo "off-line" também? Ou no off-line só encontrou príncipes (ou princesas) encantados (que, by the way, nem existem!!!)?

Pra todo mundo que pensa que amor virtual não existe, eu digo: não existe mesmo! Enquanto não existirem avatares de nós mesmos, que teclem, comam, bebam e façam tudo por nós, o amor ainda será real. Mas encontrar o amor real com ajuda de um meio virtual pode ser a melhor coisa do mundo! Por que não tentar? :-)

Beijos de O amor está na rede!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Nem todo relacionamento online dá certo (#fato)...

Posted by O amor está na rede On 19:40

Idas e vindas do amor (tema sugerido por @stellamoriggi, do Twitter)

Estava sem inspiração para escrever aqui e pedi sugestões aos meus amigos tuiteiros. Então, a querida Stella pediu para escrever sobre as idas e vindas do amor, mostrando que alguns relacionamentos duram e outros não, tema que achei extremamente apropriado.

Depois dos preconceitos - muitas pessoas acham um absurdo alguém se inscrever num site de relacionamentos para buscar o amor, como expliquei no post anterior -, um outro tema bastante recorrente é o famoso "um relacionamento com alguém que eu conhecer na net não vai durar". Ah, e aquele relacionamento que alguém teve com o colega de classe do colegial, que acabou na entrada da faculadade? E aquele com a amiga da faculdade que acabou quando você foi morar no exterior?

Mas também tem aquele com a pessoa que você conheceu na balada e que você também achou que não poderia durar... E durou (conheço várias pessoas que se casaram com quem conheceram na balada - várias mesmo)!!!

Acho importante, portanto, enfatizar 2 pontos aqui:

1- o relacionamento online tem 50% de chance de dar certo, como qualquer outro. Portanto, não deixe de entrar num site de relacionamentos por ter a crença de que é impossível encontrar o amor nele.

2 - também não entre achando que a 1a pessoa que aparecer será o amor de sua vida, nem a última bolacha do pacote, a última Coca-Cola do deserto e afins. Vá com calma.

Na maioria das vezes, para um relacionamento dar certo é preciso que as pessoas tenham crenças, gostos e objetivos de vida parecidos. E isso até mais fácil de se descobrir numa pessoa que conhece num site de relacionamentos do que no amigo muito bem recomendado daquele seu outro amigo.

Mas, se o relacionamento não der certo, como na vida não-virtual... Paciência é a palavra-chave! Tem que começar tudo de novo... E, recomeçar, muitas vezes, pode ser muito bom! Não desista! :)

Dica de O amor está na rede!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Apenas desesperados entram em sites de relacionamentos???

Posted by O amor está na rede On 12:27

Muita gente acha isso, definitivamente. Tipo: ah, a pessoa não tem capacidade de encontrar o amor por vias "normais", então precisa entrar num site de relacionamentos porque está extremamente desesperada. Eu realmente não entendo qual o desespero no fato de uma pessoa ir atrás do que quer. Para mim, isso se chama determinação.

Se você não gosta de baladas, não faz nenhum curso, não conhece ninguém interessante e disponível no seu trabalho, praticamente todos os seus amigos estão casados e não há quase ninguém disponível para sair com você, onde, enfim, você vai conhecer alguém? Vai ficar esperando que alguém bata à sua porta? Que caia do céu? Super-homem e mulher-maravilha só existem na telinha...

Então qual o problema de se inscrever num site e buscar o amor, assim mesmo, B-U-S-C-A-R O A-M-O-R??? O que há para se envergonhar?

Se você for a um bar, por exemplo, vai ver várias pessoas bonitas. Mas você não sabe o que elas estão buscando, os seus gostos etc. Muitas até podem ser casadas... Num site de relacionamentos você pode encontrar pessoas casadas também, claro, mas você pode encontrar muitas pessoas interessantes, de uma só vez, ao fazer uma seleção com requisitos que você mesmo selecionou!

Cadê o desespero nisso? Xô, preconceito!

Beijos de O amor está na rede!

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Eu, Kelly Hildebrand, te recebo, Kelly Hildebrand... (Como???)

Posted by O amor está na rede On 15:34


Kelly Hildebrand e Kelly Hildebrand se conheceram pelo Facebook.

Um dia, Kelly, a mulher, pesquisava seu nome no Facebook e achou um homônimo do sexo masculino. Surpresa com a coincidência, deixou uma mensagem a ele. Ambos são americanos, ela tinha 20 e ele 23 anos quando se conheceram em 2009.

Após alguns meses de chats, ele viajou do Texas à Flórida para conhecê-la e os dois se apaixonaram!

O único problema para o casal é com a correspondência (imagino que com os telefonemas também, rs!) - eles precisam abrir as cartas para saber a qual Kelly se referem.

É o Facebook unindo as pessoas!

(Fonte: dailymail.co.uk)

Beijos de O amor está na rede!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

As pessoas mentem nos sites de relacionamentos?

Posted by O amor está na rede On 23:19

Sim, elas mentem! Pouco, muito, mas mentem. Nem todas, claro!

Muitas mentiras são aquelas que chamamos de "brancas", ou seja, aquelas que não vão causar mal a ninguém. Então tem gente que diz ter 2 cm a mais, ou 2 kg a menos e assim por diante. Eu sou totalmente contra mentiras, mas hemos de convir que mentiras como as que acabei de contar não vão "matar" ninguém, certo?

O problema maior é quando as pessoas mentem muito. Há pessoas que chegam a reduzir a idade em até 10 anos! Outras dizem que são bem mais altas (talvez com um saltinho, rs... mas, geralmente, são os homens que mentem mais a altura!). E o peso... Ah, o eterno problema das pessoas, principalmente das mulheres, claro! Numa sociedade em que o corpo magérrimo é o mais valorizado, as mulheres acabam se sentindo na obrigação de mentir. Então, as que têm sobrepeso dizem que são normais/em forma, já estas dizem que são magras e por aí vai (não pense que os homens não mentem o peso - mentem também!).

Há também as pessoas que mentem sobre escolaridade, posses (geralmente os homens) e até mesmo gostos (dizem que gostam de ler muito e não leem quase nada; ou de músicas mais elaboradas, quando gostam das mais simples...).

Mas, de que adianta mentir, se um dia você vai ter que mostrar a cara e, pior, o corpo? Não vai ser pior se no dia do 1o encontro a pessoa que você espera não aparecer (muito provavelmente porque te viu de longe e resolveu fugir!!!)?!?!?!? Já pensou como você vai se sentir? E quando descobrir que aquele apartamento na praia não é seu, mas do seu amigo(a)? Pense nisso antes de mentir!

Dica de O amor está na rede!